Eternidade.



Parada em frente da janela de casa, observo aquela chuva que aos poucos começa a criar personalidade, ela fica mais forte a cada vento, a cada sopro do mundo. As gotas caem com força no telhado, mas é tão bonito vê-la despencar do céu, molhando todo o canto. Mas bom mesmo seria ir lá fora, toca-la, senti-la. Correr, pular na poça de lama. Deixar os problemas de lado e ir lá fora, voltar a ser criança, de galocha amarela e lama na cara. Mas nós anjos não podemos sentir, privaram-nos do bem maior, o tocar.
É cruel toda essa eternidade aos nossos pés, presos em um mundo paralelo onde todas as coisas da vida perdem o seu devido valor. Queria eu conseguir chorar...
"Viver era tão bom. Doloroso é viver pra sempre"
                                                                  
                                                                                   Samara Santos.

9 comentários

  1. #CheckPoint @Sidney_Vilao : Simples detalhes da vida que muitas pessoas deixa de lado, que é de facil percepção quando se encontram destraidas, que só vem em nossas mentes em momentos para escrever e refleti sobre a vida.

    ResponderExcluir
  2. #CheckPoint @Sidney_Vilao : Seria muito lindo viver para sempre só para contemplar esses detalhes!

    ResponderExcluir
  3. Tão simples que beira a perfeição! Samara, você gostaria de fazer parceria?? se você estiver interessada, me add no orkut, ou deixa um recadinho no blog
    http://pingodegloss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Simples!Direto!Objetivo!Concreto!
    São as palavras que achei para definir seu texto!!
    Muito bem escrito...

    http://iagopatucci.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Era isso que eu ia dizer, como disseram aí em cima: simples, porém tocante. Lindo teu texto.
    :*

    ResponderExcluir
  6. PERFEITO!
    Adorei de verdade, amo seu blog flor (LL

    ResponderExcluir
  7. incrivel...
    uma sutileza nas palavras que nao
    deixa a gente parar de ler até chegar no final.
    parabens, fico contente
    quando vejo gente que sabe se expressar assim.

    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Viver e não observar a beleza das coisas, da natureza, dos fatos, talvez seria um dos pecados que o homem tende a cometer sem perceber. Ao mesmo tempo em que reconhece a limitação de sua vida terrrena, desconhece o valor da própria existência. Mas talvez seja necessário essa contradição colocada em sua palavras: não ser eterno, para que se aprenda um dia, o valor intangível do viver, sentir, experimentar e aprender!

    Bjs!

    PS: obrigado pelos comentários em meu blog!

    ResponderExcluir
  9. Lindo esse texto ;*

    adorei a última frase:
    "Viver era tão bom. Doloroso é viver pra sempre"

    é tão verdadeiro esse texto. Você escreve de uma forma simples, mas muito bonita *--*

    amei ;DD

    Parabéns

    ResponderExcluir