Equilibrar as emoções.



Aprendi a não acreditar na superficialidade de algumas palavras, no entusiasmo de algumas pessoas. Pisar com cuidado em cima do destino, não criar expectativas em cima de promessas, a não me doar demais. Avaliar todas as circunstâncias, porque se tudo der errado no final, não vai doer tanto, como doi agora.
Iludir-se já era, iludir-se acabou, não se usa mais.

                                                         Samara Santos

3 comentários

  1. Tem um Selinho no meu Blog pra vc!
    *_*
    http://cantinhocomtudo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Fossemos automáticos na essência de cada busca, atrairiamos a superficialidade de escolher os sentimentos. Antenar-se a centelha divina que somos de forma demasiada a sentir tudo e todos é um momento de pura alegria e autoconhecimento do coração.

    Deter-se apenas a viver e não apenas existir.

    { Parabêns pelo blog. }

    ResponderExcluir
  3. GOSTEI DO BLOG..Acho que apenas temos que tentar viver e ser feliz... ou então ficaremos louco!!
    se tirar essas petalas caindo é melhor pra ler!!!
    abçs

    ResponderExcluir